Arquitetura de computadores:Memória Cache

   Para tornar o processamento mais rápido e consequentemente o tempo de resposta ao usuário também, foi criada a memória cache.
   Memória cache é uma memória rápida, cara e que fica posicionada no processador. Sempre que o processador precisa buscar algo na memória ele primeiro acessa a memória cache para ver se os dados estão lá.
   E como a memória cache guarda os dados nela? O sistema operacional coloca em memória cache as instruções mais requisitadas pelo usuário. Quando algum dado fica determinado tempo em memória cache ele é descartado, já que ele não é mais tão requisitado. Comparando com a Internet é como se você fosse consultar algum termo no google e ele guardasse os resultados mais acessados e se você voltar a consultar ele procurasse em seus computadores em vez de ir ao site original.
   Com o avanço nas tecnologias encontramos memórias caches em mais dispositivos além de no processador. Como por exemplo em alguns HDs.
   Níveis de cache:
   Cache L1 : pequena memória estática encontrada no processador, consequentemente o acesso a ela é mais rápido. É a  memória cache mais cara de todas.
   Cache L2: possuí mais memória que a L1 e pode ser encontrada tanto dentro como fora do processador.
   Cache L3: Encontrado na placa mãe ou no processador , é utilizado como um terceiro nível de cache.
    Observações:
   Quando uma memória cache atua e consegue achar o dado solicitado isto é chamado de cache hit. 
   No caso em que a memória cache falha, ou seja, não encontra o dado chamamos de: cache miss.
   Quando ocorre um cache miss o dado é gravado na cache depois de encontrado em seu local original.
   Quando a memória cache "enche" ela tem de escolher como gravar o novo dado, ou melhor, que dado retirar da memória para dar espaço ao novo. Uma das formas é a LRU (Least Recently used), dado menos recentemente usado.

Postagens mais visitadas