"Roubaram Meu Corpo" - Final

   Hater desliga o dispositivo que protegia seu corpo e entra no "congelador". O espírito do Presidente o segue e vê quando Hater senta-se no chão e começa a balbuciar coisas ininteligíveis. Parecia uma prece, um rito.
   Depois de alguns minutos o corpo do Presidente cai vazio, o intruso o abandonara. Segundos depois Hater levanta-se com seu próprio corpo. George aproveita e entra no seu corpo, suas juntas se retesam, pouco a pouco retoma o controle sobre ele.
   Hater tira de seu bolso uma pistola minúscula, tinha no máximo 10cm.
   - Ha ! Ha ! Ha !  O que você pode fazer contra mim com isto? - zomba George.
   - Se fosse você não estaria tão calmo. Essa não é uma pistola comum. Além de matar o corpo ela desintegra sua alma, ou seja, você não terá vida após a vida.
   Hater atira. Da minúscula pistola sai um raio de luz. O Presidente pula e o raio passa rente a sua cabeça fazendo com que ele sinta um calor enorme. O raio bate na parede que estava congelada e reflete de volta a sua origem. Hater desvia-se, mas o Presidente o empurra para o raio. O raio toca na pele de Hater que começa a se dissolver, carne queimada cai no chão até só restar cinzas.
   George respira aliviado. Agora teria que resolver os problemas que o falso Presidente causou.

   - Senhores, eu George Brewster, revogo todas as minhas ordens de 2 dias até o dia de hoje. Com estas palavras deu-se o início da reunião na sala de conferência da casa Branca.
   O Presidente tentava pôr o país em ordem depois de acabar com o ladrão de seu corpo.


      F                                 i                             m


   Agora só falta mais uma história para acabar minha sessão resgate de textos antigos.
  Até lá!!
 


Postagens mais visitadas